Terça-feira
25 de Setembro de 2018 - 
Atuação em Volta Redonda e região

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Juristur recebe 40 estudantes na primeira edição de 2018

Renata Gil conversa com os estudantes da Direito da Cândido Mendes No primeiro programa “Juristur – Conhecendo o Judicário” de 2018, cerca de 40 estudantes do primeiro período de Direito da Universidade Cândido Mendes (campus do Centro do Rio) conheceram a estrutura do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ). Eles fizeram uma visita guiada pelo Museu da Justiça e simularam uma sessão no antigo Tribunal do Júri. No antigo Tribunal Pleno, os alunos receberam a visita da presidente da AMAERJ, Renata Gil. “O Poder Judiciário só será bem compreendido pela sociedade quando for bem conhecido. Então, essa ponte, esse trabalho de aproximação é muito importante para nós. A iniciativa de trazer esses alunos para conhecer o Judiciário, que é forte pilar do estado democrático de direito, para nós é de suma importância. Fica nosso agradecimento e nossa porta absolutamente aberta para esse caminho universitário que a Cândido Mendes tem traçado”, afirmou. Leia também: Renata Gil se reúne com nova diretoria do Sind-Justiça ‘Colaboração premiada é o novo paradigma do processo penal’, diz Saldanha Fux e Salomão participam de debate sobre o Novo CPC Os estudantes ainda conheceram um pouco do trabalho dos desembargadores do TJ-RJ e acompanharam uma sessão do Órgão Especial. Coordenador do Juristur há oito anos, o juiz Joel Pereira dos Santos, ressalta que conhecer a estrutura do Judiciário contribui com a formação profissional dos futuros operadores do Direito. “Esse trabalho é uma realização pessoal, de enorme utilidade. A proposta não é fazer palestras, mas trazer informações sobre o funcionamento da Justiça na prática. Acho excelente acrescentar essa visitação na formação dos alunos que passam a ter interesse redobrado”, disse. Universitários, alunos do ensino médio e líderes comunitários também podem participar do Juristur, conhecer as dependências do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e conversaram com juízes e desembargadores. “Nosso propósito é levar o Judiciário às pessoas, à sociedade, para quebrar barreiras e promover uma integração”, explicou Pereira dos Santos.
Visitas no site:  52815
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.